domingo, 13 de julho de 2008

Janela

Hoje foi um dia normal. Pelo menos comigo não houve assim nada que digamos seja daqueles momentos que ficarão para sempre na minha cabeça. E se pensar no geral... ainda mais normal se torna o dia, não houve nenhum acontecimento que marcasse os telejornais ou algo do género. Normal... hoje é um dia normal. Mas será que por ser um dia normal não deverá ser tomado como especial? Se calhar não nos faz sentir especiais este dia, se calhar não valerá a pena classificá-lo como especial, é normal... normal. O mundo girou da mesma maneira, normal... hoje alguém cometeu um crime, normal... hoje alguém está triste, normal... hoje alguém está alegre, normal... hoje alguém teve o melhor dia da sua vida, normal. Hoje não ocorreu nada que não se passará amanhã ou que se tenha passado ontem... um dia normal. Mas sendo assim, todos os dias serão normais. Será que Ele verá o dia de hoje como simplesmente... normal? Não me parece... hoje como em todos os outros dias Ele chorou e sorriu, Ele foi magoado e exultado... mas será que isso o faz ver-nos como o "normal"? Enquanto viveu em pessoa entre nós Ele não tentou viver a rotina, Ele não foi normal, a Sua relação com o Pai não foi normal, a Sua relação com cada um não foi normal... tudo n'Ele se fez especial porque Ele o fez especial. Enquanto Ele esteve presente quis que a sua imagem... a sua pessoa trouxesse algo de bom a cada um. Muitos se deixaram tocar pelo Seu manto e ainda deixam. Por isso hoje o dia é especial, para Ele é especial, para mim se tornou especial, para ti deve ser especial... Ele encontra-se entre nós, ainda existe um pouquinho do Seu manto em cada um de nós. Hoje Ele manifesta-se em nós e apesar de praticar o Seu amor em nós e recebe-lo de nós... apesar disso... hoje Ele é bem capaz de estar reclinado sobre a Sua enorme janela a olhar cá para baixo e a contemplar-nos, com umas enormes saudades de estar em pessoa entre nós... neste dia tão especial...

3 comentários:

sandrita disse...

O Sol nasceu para ti. Ele fez com que o sol nascesse para ti, disso nao duvides. Entao a partir deste momento o dia nunca é normal.
Normal, só de aparencia. As caracteristicas humanas fazem com que a distinçao seja uma presença assidua em todo o que mexe. O humano parece normal, nao o é.
Eu gosto de chocolate e tu?
Como tu proprio referiste, para alguns o dia foi supremo, para outros o pior de sempre e por isso ja torna o dia diferente.
Bom já é muito tarde, e já tinha escrito outro comentario antes dete, so que entretanto a net foi abaixo e ja perdi metade dos pensamentos.
So me lembro de dizer que tu hoje conquistas-te territorio:
Tives-te cm as pessoas que mais amas, e isso torna o teu dia especial.
Bissos

Anónimo disse...

para mim os dias normais nao existem cada dia e um dia especial e um novo dia para aprender um bocadinho mais e juntar ao que tu ja aprendes te um dia mais para tentar de ver as coisas com olhos diferentes e de maneira diferente mas e verdade qu ELE nos ajuda e esta connosco para fazer de todos os dias dias especiais

Ana Patrícia disse...

Os dias são como as paisagens, parecem-nos sempre iguais, mas há sempre um outro pormenor que nos vai escapando. Andei cinco anos na linha do Douro e do Minho e a paisagem,em cada viagem feita, sempre me surpreendeu num ou noutro pormenor que até então não tinha reparado.Fiquei com a certeza de que não reparei em todos, ficaram muitos por observar. Os dias também têm sempre motivos que os tornem especiais e que nos surpreendam, assim nós estejamos susceptíveis para apreciar a sua peculiaridade. :)
Beijinho sereno