sábado, 17 de janeiro de 2009

Fio de luz

Hoje foi um dia relaxante, apesar de chegar aqui e me apresentar extremamente cansado, venho um pouco mais sereno neste final de dia. As vezes é difícil manter alguma calma durante o nosso dia-a-dia, pois hoje alguma foi recuperada. As vezes mesmo sem querer nos largar d'Ele acabamos por ficar com a nossa visão um pouco turva e ficamos desorientados, completamente desorientados. No meio da escuridão vamos apalpando o terreno para tentar descobrir onde estamos e não tropeçar pelo caminho. Felizmente eu não abandonei a casa que nunca quiz abandonar, apenas ando com a vista escurecida, isto porque as pessoas com quem habitava continuam cá... e algumas em especial decidiram reparar neste ceguinho e guiá-lo pelos corredores desta casa. Hoje quiseram-me levar a um local em especial, quando tudo estava um pouquinho escuro, vi um fio de luz e então observei... observei e quiz forçar esse fio de luz, queria que hoje toda a minha visão se enchesse de luz, mas só fazia com que cada vez mais escurecesse. Por isso parei e apresentei-me então diante desta luz sem pedir nada, deixei de forçar o momento e o pequeno fio de luz manteve-se fino, leve e pacífico... a desenhar uma silhueta que me trouxe toda esta paz deste dia e que já me faz ver um pouco mais desta casa em que também habito. Independentemente do tempo que possa demorar a clarear a minha vista sei que terei sempre boas mãos a guiar-me e estes fiozinhos de luz a embelezar-me o dia.

4 comentários:

Anónimo disse...

Ollllaaaaaaaaa,Gui!
Antes de mais...achei graça à tua linha de pensamento, principalmente à forma como vais descortinando essa "escuridão" ou "falta de luz". Olha que vês mto bem!Esse fio de luz - leve,fino e pacifico é o suficiente para a procura e intensificação da tua descoberta interior.È preciso de vez em quando deixarmos de ver para intensificarmos o nosso encontro connosco e quem não se encontrar jamais se encontrará com quem quer que seja.
É preciso redescobrirmos a beleza e sabedoria da vida e descobrirmos que cada um de nós,contém fiozinhos de luz, que harmoniosamente embelezam o nosso dia e noite.
olha ainda continuo à procura do verde...já o encontraste?

Sweet January disse...

às vezes andamos às apalpadelas no escuro, mas precisamos dessas apalpadelas para descobrirmos o quanto podemos evoluir sozinhos, por nós proprios.
A escuridão e a visão turva não duram para sempre, há o fio de luz, e logo a seguir mais um e mais outro até se tornarem "os fios de luz".
Sempre e sempre.
Com Ele connosco.

Anónimo disse...

Quanto mais se pensa e se força...menos se vê... Há coisas que só se podem sentir... Serena...
:)

Anónimo disse...

E é sempre bom vir por aqui encontrar esse fiozinho de luz...!
:)