terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Marcelino Pan Y Vino

Hoje acabei de ver um filme, já o tinha começado a ver mas só hoje pude ter a sorte de ver o seu fim. "Marcelino Pan Y Vino" é um filme de 1955, espanhol, quem me disse para o ver fez o favor de não me contar nada sobre a história a não ser... o breve comentário de que tinha sido o melhor filme sobre a Eucaristia que tinha visto. Pois assim é, realmente o é... é uma visão completamente nova que se ganha do que é viver a Eucaristia. Também não vou dizer nada sobre o que trata o filme, aconselho apenas a que o vejam... eu senti a minha vontade de me encontrar com Deus em Eucaristia completamente renovada! E isso é maravilhoso, voltar a entrar na casa do Pai e sentir-me desde logo onde realmente estou, onde o cansaço, tristezas, euforias, etc não me fazem perder nenhum momento deste encontro. Trata-se de um simples filme mas consegue nos levar a interiorizar lindos momentos com Cristo, hoje a noite até o meu jantar foi diferente... não se ligou a televisão durante a refeição, voltamos as simples conversas que tornam estes momentos bons momentos de descanso e convivência e até um simples pedaço de pão... conseguiu ter um sabor completamente diferente...

3 comentários:

SD disse...

Admiro desde já o abanono da companhia de televisão à hora da refeição, afinal estár em familia é muito melhor que ouvir que a russia parou de exportar gás para a Ucrania...
Sei desde já à muito tempo o que é não ter momentos em familia em condições... ou porque se é interrompido por uma grande reportagem , ou porque no fundo nem se chega a falar.
Não há dialgo (literalmente) .
Tudo começa por "eu... "
Pequenas coisas que deveriam ficar á porta, entram dentro de casa e tornam-se grandes, e é assim que vivemos, o dia-a-dia, das familias.
É tão habitual que ás vezes nao pensamos no melhor, pensamos no fundo que afinal ... :" Até poderia ser pior..."
e é assim.

Ana Patrícia disse...

Fiquei sem palavras...andam todas a "barulhar" dentro de mim...
Sabemos amar?O que levamos connosco quando vamos à Eucaristia? Que sentimentos? Vamos realmente por Ele, ou vamos somente porque precisamos?Sempre o eu, eu, eu, eu, eu, eu a estragar tudo...Fogo, andamos tão à margem do que é amar verdadeiramente...:(
...................................

Beijinho sereno***

Gui disse...

Andamos mesmo... ainda bem que existem situações destas para nos abrir um pouco os olhos ou andarem a "barulhar" dentro de nós. Afinal de contas... não custa assim taanto levar um pouco de pão e vinho...